Topo
Blog do Guilherme Giorelli

Blog do Guilherme Giorelli

Categorias

Histórico

Suplementação com ômega 3 pode ajudar no controle da ansiedade

Guilherme Giorelli

20/10/2018 04h00

Crédito: iStock

1 a cada 3 pessoas vai sofrer de ansiedade durante a vida. O que torna a assunto da coluna dessa semana, a queixa psiquiátrica mais frequente de todas. Definição científica da ansiedade: sofrimento ou mal-estar psicológico causado por um medo exagerado ou inadequado. Ela é considerada uma doença pois pode piorar a qualidade de vida e aumentar a mortalidade.

O que fazer para controlar? Mudanças cognitivas comportamentais e medicações são e devem continuar sendo tratamentos mais utilizados. Entretanto muitos se queixam do custo financeiro e de tempo para realizar terapias comportamentais e dos efeitos colaterais das medicações como sonolência e sedação. Portanto a medicina sempre está em busca de novas soluções que possam potencializar o resultado do tratamento.

Por que a suplementação pode ajudar?

Ômega 3 tem sido muito estudado em doenças do coração e em grávidas, porem novos  estudos experimentais tem avaliado um outro efeito. Ele seria capaz de aumentar a dopamina no cérebro o que diminui a sensação de ansiedade e medo.

Entendendo o ômega 3

O ômega 3 é um tipo de gordura poli-insaturada encontrada principalmente em peixes marinhos de água fria como o salmão e o arenque, mas também pode ser encontrado em algumas plantas como o óleo de linhaça. Existem 2 principais tipos de ômega 3:

  • EPA (ácido eicosapentaenoico): mais estudado na prevenção cardiovascular
  • DHA (ácido docosahexaenóico): considerado fundamental para o desenvolvimento do cérebro, visão e materno infantil

As pesquisas sobre o papel do ômega 3 na ansiedade aumentaram depois que pesquisadores descobriram que pacientes com esse tipo de distúrbio, apresentavam baixos níveis do ácido graxo no sangue. O passo seguinte foi realizar estudo de intervenção, onde se dava ômega 3, porém os resultados dos estudos foram conflitantes. Enquanto alguns trabalhos realizados em pacientes com distúrbio da ansiedade em estresse pós-traumático apresentaram melhora com o suplemento, outros trabalhos com ansiedade e queixas obsessiva compulsiva não apresentaram melhora.

Para tentar responder a pergunta, pesquisadores realizaram pela primeira vez na história um artigo de meta analise e revisão sistemática e por isso a publicação teve grande impacto, sendo publicado na prestigiada revista JAMA em setembro deste ano. Foram selecionados 19 artigos que juntos avaliaram pessoas ansiosas, 1209 que usaram ômega 3 e 1037 que não usaram.

Resultados do estudo

A suplementação com ômega 3, foi associada à redução das queixas de ansiedade, quando comparado com grupo de pacientes que usaram placebo. Entretanto não foram todas as pessoas que usaram ômega 3 que evoluíram com melhora a ansiedade. Uma possível explicação apresentada pelos autores é que somente os pacientes com baixos níveis sanguíneos do nutriente teriam uma boa resposta.

Evidências sugerem que a ômega 3 interfere no controle de vários processos cerebrais como a regulação de neurotransmissores, neuro-plasticidade e inflamação. Sendo a inflamação cerebral o mecanismo proposto para justificar ansiedade e até mesmo depressão.

Os participantes que utilizaram mais de 2 gramas de ômega 3 com pelo menos 40% ou mais de DHA, apresentaram a melhor resposta na diminuição dos sintomas de ansiedade. Os resultados desse estudo ainda não são conclusivos para que possamos indicar o uso de omega 3 em todos os pacientes com ansiedade, mas sem dúvida é um grande avanço científico.

O exercício físico também pode ser um excelente medicamento para o tratamento da ansiedade, mas esse papo fica para uma outra coluna.

Bons treinos

Sobre o autor

Guilherme Giorelli é nutrólogo e médico do esporte e exercício. Fellow do International College for Advancement of Nutrology e com mestrado em vitamina D, ele organiza eventos científicos, além de ministrar aulas e palestras. Atualmente é diretor do SMEERJ (Sociedade de Medicina Esportiva e do Exercicio do Rio de Janeiro). Seu dia a dia, porém, é o atendimento de pacientes em sua clínica, que buscam cuidar da saúde por meio da alimentação e do exercício.

Sobre o blog

Este blog é para discutir, sob a ótica da nutrologia e da medicina do esporte, qual o impacto da alimentação sobre o nosso organismo, quais as suas relações com o exercício e como a suplementação pode ajudar. Afinal, todo dia existem novos artigos sendo publicados, novas verdades para serem aprendidas ou questionadas. A ciência nunca está parada, nem você deve ficar.