Topo
Blog do Guilherme Giorelli

Blog do Guilherme Giorelli

Categorias

Histórico

Beber água demais durante o exercício pode prejudicar a saúde e seu treino

Guilherme Giorelli

18/08/2018 04h00

Crédito: iStock

Todos suamos durante a realização de um exercício, mas você já deve ter percebido que uns suam mais do que os outros.

A taxa de suor pode variar de 300 ml até incríveis 2,4 litros por hora. Os principais fatores que influenciam nessa variação são: intensidade do exercício, tempo de duração, a capacidade física de quem está realizando o exercício e ainda características do clima como temperatura, umidade e altitude.

Como fazer para se reidratar?

O peso após o exercício não deve ser menor que 2% do peso inicial, afinal 1 kg de peso perdido equivale a 1 litro de líquido. Portanto, o consumo de líquido durante o exercício deve ser o suficiente para corrigir a perda ocorrida pelo suor. Por exemplo: uma pessoa de 70 kg não deve ficar com menos que 68,6kg, ao final do exercício.

Acertar uma hidratação perfeita não é tarefa simples. O cálculo envolve avaliar peso pré e pós-exercício, além de descontar caso haja necessidade de urinar, e somar a quantidade de líquidos ingeridos. Erros na hidratação podem levar ao aumento ou diminuição de eletrólitos, principalmente de sódio.

A maior parte dos estudos científicos foi realizado em atletas profissionais que devido à alta intensidade do exercício tendem a consumir menos água do que o necessário, o que pode levar a hipernatremia (concentração de sódio alta no sangue). Entretanto o mesmo não ocorre entre os amadores. Nas últimas 2 décadas diversos estudos comprovaram que os amadores acabam bebendo mais líquidos do que o necessário.

O problema ocorre quando o consumo de líquidos é maior que a perda seja pelo suor ou via urina. Esse excesso de ingestão de líquidos com baixa perda de suor é a principal causa de hiponatremia: nível baixo de sódio no sangue.

Inchaço, edema com ganho de peso, náuseas, vômito, dor de cabeça , desconforto respiratório e até a morte –se não houver tratamento — são os sintomas da hiponatremia durante o exercício, que ocorrem quando o nível de sódio está abaixo de 130 mmol/L

Os casos de hiponatremia são raros e exigem tratamento médico rápido e adequado. As mulheres costumam estar mais suscetíveis a este problema porque seu volume corporal é menor.

Devemos pensar em reposição de sódio durante o exercício, principalmente quando:

  • Perda maior do que 1.2 L de suor por hora de exercício;
  • Exercícios com duração superior a 2 horas.

Mas atenção! Consulte um médico para avaliar a resposta do seu organismo ao exercício e descobrir se você está em risco para esses ou outros problemas de saúde.

Exercício é o melhor remédio para saúde, mas tem que ser tomado na medida certa.

Bons treinos!

Sobre o autor

Guilherme Giorelli é nutrólogo e médico do esporte e exercício. Fellow do International College for Advancement of Nutrology e com mestrado em vitamina D, ele organiza eventos científicos, além de ministrar aulas e palestras. Atualmente é diretor do SMEERJ (Sociedade de Medicina Esportiva e do Exercicio do Rio de Janeiro). Seu dia a dia, porém, é o atendimento de pacientes em sua clínica, que buscam cuidar da saúde por meio da alimentação e do exercício.

Sobre o blog

Este blog é para discutir, sob a ótica da nutrologia e da medicina do esporte, qual o impacto da alimentação sobre o nosso organismo, quais as suas relações com o exercício e como a suplementação pode ajudar. Afinal, todo dia existem novos artigos sendo publicados, novas verdades para serem aprendidas ou questionadas. A ciência nunca está parada, nem você deve ficar.