menu
Topo
Blog do Guilherme Giorelli

Blog do Guilherme Giorelli

Categorias

Histórico

Fazer sauna com frequência pode ser ótimo para a saúde

Guilherme Giorelli

04/08/2018 04h00

Crédito: iStock

Prazeroso e relaxante, fazer sauna é uma realidade para muitos brasileiros. Mas você sabia que a prática também pode fazer bem para a saúde?

Redução da pressão arterial, do risco de infarto do coração, diminuição dos episódios de asma, gripe e dor de cabeça, além de melhora da cognição são alguns dos benefícios que foram apresentados em estudos observacionais.

A diferença entre um estudo observacional e um caso controle é que o primeiro cria hipóteses sobre um problema mas não tem poder científico para comprovar. Já no segundo você intervém justamente para tentar comprovar a causa de um problema.

Essa semana foi publicado na revista Mayo Clinic Proceedings um estudo de revisão, nas plataformas científicas Medline e Embase, no qual os autores avaliaram todos os artigos já publicados (observacionais e caso controle incluídos) sobre sauna seca.

Entendendo a sauna seca:

– temperatura entre 80°C a 100°C;
– Duração entre 5 e 20 minutos;
– Seguido mais comumente de um banho gelado;
– Duas a três vezes por semana, na maior parte dos estudos avaliados.

Os números apresentados em alguns dos trabalhos foram interessantes: pessoas que faziam de quatro a sete saunas por semana tinham menor risco de Alzheimer, demência e infarto do que no grupo que fazia apenas uma vez por semana.

Quais as explicações para esse efeito da sauna sobre o organismo?

– Melhora da função endotelial, redução do estresse oxidativo e da inflamação;
– Modulação do sistema nervoso autonômico;
– Complacência arterial.

Todos esses complicados mecanismos acima levam à melhora da capacidade do coração, das artérias e veias e podem levar à redução da pressão arterial, sendo muito semelhante aos benefícios provocados pelo exercício físico.

A indicação dos autores é potencializar os benefícios da atividade física com a sauna e ambos devem ser feitos de forma regular.

Esta não é a primeira publicação desse grupo de pesquisadores sobre sauna seca e isso não é uma coincidência. Na maior parte do mundo, a sauna seca é conhecida como sauna finlandesa, pois foi criada nesse país, sendo parte da sua cultura (obs.: não confundir com sauna úmida ou banho turco).

Existem riscos

A mudança brusca da temperatura quente para um banho gelado pode provocar arritmias em pacientes com problemas de saúde como hipertensão não controlada, angina (dor no peito de origem cardíaca), história de infarto recente, insuficiência cardíaca descompensada, sendo contraindicada nesses pacientes.

Assim como no exercício, antes de fazer sauna, procure um médico para avaliar se você não tem alguma doença silenciosa.

Além disso, mais estudos são necessários para comprovar uma relação de causa e efeito da sauna sobre os benefícios para a saúde.

Até o momento, temos muitos estudos observacionais, ou seja, podemos afirmar que talvez a sauna possa ajudar –o que já é um ótimo começo para quem gosta de fazer sauna!

Por enquanto, alimentação e exercícios regulares continuam sendo os principais aliados da nossa saúde.

Bons treinos.

Sobre o autor

Guilherme Giorelli é nutrólogo e médico do esporte e exercício. Fellow do International College for Advancement of Nutrology e com mestrado em vitamina D, ele organiza eventos como diretor científico da Associação Brasileira de Nutrologia do Rio de Janeiro (ABRAN-RJ), além de ministrar aulas e palestras. Seu dia a dia, porém, é o atendimento de pacientes que buscam cuidar da saúde por meio da alimentação e do exercício.

Sobre o blog

Este blog é para discutir, sob a ótica da nutrologia e da medicina do esporte, qual o impacto da alimentação sobre o nosso organismo, quais as suas relações com o exercício e como a suplementação pode ajudar. Afinal, todo dia existem novos artigos sendo publicados, novas verdades para serem aprendidas ou questionadas. A ciência nunca está parada, nem você deve ficar.